segunda-feira, 7 de abril de 2008

Dia Nacional dos Jornalistas

Por tratar-se de um blog jornalístico, creio que não podemos deixar esta data passar em branco.
Transcrevo a seguir a mensagem repassada pelo coordenador do curso de Jornalismo da Univates, Sandro Kirst, aos alunos, mensagem esta recebida do Sindicato dos Jornalistas do RS.

Nesta segunda-feira, 7 de abril, é comemorado o Dia Nacional dos Jornalistas. Mesmo tendo o diploma questionado desde outubro de 2001, quando uma juíza de São Paulo extinguiu a obrigatoriedade de formação superior para exercer a profissão, os jornalistas brasileiros precisam lembrar de sua função na construção da sociedade e fazer do seu dia, um momento de mobilização em defesa da obrigatoriedade do diploma de curso superior de Jornalismo.
Não podemos negar que sofremos quando vemos 'falsos' jornalistas exercendo nossa função de direito. Cada dia mais, a área de Jornalismo requer profissionalismo, o que só é adquirido com formação especifica, espírito crítico, discernimento, intimidade com o jargão jornalístico e com a linguagem dos meios de comunicação. Esse conhecimento se adquire primeiro na faculdade, depois no dia-a-dia, como em qualquer profissão.
O momento também é de questionamento e reflexão já que no corre-corre das redações e assessorias de Imprensa, muitas vezes, esquecemos por que escolhemos a profissão. Qual foi o motivo? Quais eram os ideais? Essa reflexão é necessária porque nossa função abrange muito mais do que colher as informações e divulgá-las. Ser jornalista é saber que somos responsáveis pela informação que chega diariamente aos lares brasileiros e que, a partir dela, haverá a construção de uma sociedade. Temos que ter em mente que em muitas escolas do País, jornais e revistas são utilizados como material didático e de pesquisa. Neste, pequeno exemplo, podemos verificar a força de nossa profissão e a necessidade da formação superior para exercê-la.
Devemos ter consciência que somos formadores de opinião e para colaborarmos na construção de uma sociedade criteriosa e integra dos seus direitos e deveres, precisamos buscar os fatos sem distorcê-los. Ética também se aprende na faculdade. A grade curricular de cursos superiores de Jornalismo, Direito, Engenharia Civil e Nutrição trazem disciplinas referentes à ética.
Ser jornalista é colaborar na construção da história desse País. Reflita, lute por seu direito ao diploma de Jornalismo e ao direito do leitor, telespectador e radiouvinte a ter acesso à informação de qualidade. Viva de maneira plena a profissão.
* Direção do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS

Um comentário:

Massagem disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Massagem, I hope you enjoy. The address is http://massagem-brasil.blogspot.com. A hug.